Guia das Orquídeas Silvestres do Sul de Portugal, por Alfredo Franco

O meu colega Alfredo Franco, Engenheiro de Minas, acaba publicar em formato digital o seu Guia das Orquídeas Silvestres do Sul de Portugal.

Querendo, descarreguem o ficheiro (em formato pdf); aproveitem e usem, é fonte de conhecimento e pretexto para apreciar a Natureza e para caminhadas pelo Sul de Portugal – por cá o Inverno é ameno e a Primavera está quase aí.

Make money, not war

A new book, a new perspective
by Rui Martins dos Santos

An easy, provocative read, written for non-economists

Karl Marx predicted the collapse of capitalism but his prophecy failed. Is he now smiling in his grave?
Poor economic growth, high unemployment (almost 40 million unemployed in developed countries), rising inequality and the flight of the electorate to abstention or to populist candidates, constitute a significant challenge.
The future of capitalist or social democratic regimes will have to involve the creation of money to stimulate the global demand for goods and services.
Without any prospects for stronger consumption growth artificially stimulated by the creation of money, there won’t be enough investment. And without sufficient consumption and investment, we can go into a recessionary and deflationary spiral of serious proportions.
Not all problems have solutions. But the lack of demand for goods and services always has a solution: money creation. With rules, distribution of benefits and without inflation.
See how this can be done in this book.

English edition available at Amazon.com and Amazon.es.

Um novo livro, uma nova perspectiva
por Rui Martins dos Santos

Leitura fácil e provocadora, para não-economistas

Karl Marx previa o colapso do capitalismo mas a sua profecia falhou. Estará agora a sorrir no túmulo?
O fraco crescimento económico, o elevado desemprego (quase 40 milhões de desempregados nos países desenvolvidos), o incremento dos indicadores de desigualdade e a fuga do eleitorado para a abstenção ou para candidatos populistas, representam um desafio significativo.
O futuro dos regimes capitalistas ou sociais-democratas terá de passar pela criação de moeda para estímulo da procura de bens e serviços.
Sem perspectivas de crescimento do consumo estimulado artificialmente pela criação de moeda, não haverá investimento suficiente. E sem consumo e sem investimento suficientes, poderemos entrar numa espiral recessiva e deflacionária de proporções graves.
Nem todos os problemas têm solução. Mas a falta de procura de bens e serviços tem sempre solução: a criação de moeda. Com regras, com distribuição de benefícios, sem inflação.
Saiba como, neste livro.

Edição portuguesa disponível na Amazon.com ou na Amazon.es.

The Portuguese Natural Stone industry

A short updated summary

Portugal is an old and important natural stone producer and exporter – 380 M USD in 2015 (roughly over 70% of it as finished products) being, on a per capita basis, the largest world exporter. The country’s stone exports have a high added value, its average price being one of (if not) the largest in the world.

The Portuguese natural stone production is diversified, ranging from marble and limestone quarried in the South and Centre of the country to granites in the Centre and North of Portugal. The country also has an important stone manufacturing base, with factories located near Lisbon (Pero Pinheiro) and in the main quarrying centres. The country is also a manufacturer of specialized equipment and machinery for the stone industry.

The natural stone industry is fragmented, being composed mostly of family owned businesses.

All these factors (abundant, diversified sources, widespread know-how, relatively low capital intensive) contributed along millennia to a stone culture in the country – Portugal has the largest concentration of pre-historic stone monuments in Europe and natural stone is used in virtually every single house in Portugal.

The country is well placed to be a trade platform between Europe, Africa and the Americas (with all of which Portugal has important historical, cultural and economic ties), with good transport infrastructure (notably the Sines deep water harbour and an excellent road network) and competitive specialized manpower.

You may download this in pdf format (and tables) from here The Portuguese Natural Stone industry – a short summary. You may also read more herehere and elsewhere in this blog (just use the search tool, here). For more detailed information drop me a line at luischambel@sinese.pt.

 

Mineral Waters: Genesis, Exploitation, Protection and Valorisation – MinWat2017

Screen Shot 2016-06-30 at 13.12.35

The 2nd International Multidisciplinary Conference on Mineral Waters: Genesis, Exploitation, Protection and Valorisation – MinWat2017 – will take place next year late March (26 to 31) in Luso (Portugal).

The theme is important, the natural setting idyllic and the organising committee is top-notch (although I shouldn’t say so, as two great friends of mine are part of it); where else should you be? To know more just follow the link to the Conference’s webpage.

EDM – Empresa de Desenvolvimento Mineiro SA – Relatório e Contas 2015: lucro de 539 mil €

A EDM – Empresa de Desenvolvimento Mineiro, S.A. é uma empresa de capitais públicos que atua como operador setorial de referência, assumindo, como concessionária em regime exclusivo, um papel de relevo na elaboração e condução de projetos de recuperação ambiental de zonas degradadas por antigas explorações mineiras abandonadas.
A EDM exerce ainda, por si ou em associação, atividades de prospeção, pesquisa e valorização de recursos minerais e presta serviços especializados nos domínios dos Geo-Recursos e do Ambiente.

A empresa, com um capital social de € 30 milhões, apresentou recentemente o seu Relatório e Contas de 2014. O principal destaque do documento, que pode obter no site da EDM ou clicando aqui, é o resultado positivo do exercício, cifrado em 555 mil euros, ligeiramente superior ao de 2014, 539 mil euros.

Outros destaques do exercício incluem:

  • A assinatura de um contrato de constituição de uma JV entre a EDM e uma empresa turca, ESAN, com o objectivo de prospectar três áreas da EDM situadas no Alentejo. Este acordo prevê a realização de actividades de prospecção e pesquisa no valor de 7,6 milhões de euros no conjunto das três áreas mineiras.
  • Desenvolvimento de trabalhos de prospecção e pesquisa em 3 área contratadas com o Estado: Argozelo, Monte das Mesas e Escádea Grande. Os trabalhos realizados tiveram o valor global de 524 mil euros.
  • Solicitação de dois novos pedidos de áreas de prospeção e pesquisa – Macedo de Cavaleiros e Rosário.
  • Exercício do direito de opção de participação de 15% no desenvolvimento do projecto mineiro Semblana da SOMINCOR no âmbito do processo de renegociação (concluído) do acordo de parceria existente entre as duas empresas.
  • Realização de estudo conceptual sobre a viabilidade económica da exploração do jazigo de Gavião, que serviu de base à manifestação de interesse da Almina (em final de 2014) em adquirir os direitos da EDM sobre o jazigo em epígrafe. O interesse da Almina concretizou-se em 2015 com a apresentação de uma proposta de aquisição da totalidade dos direitos de exploração do jazigo de Gavião, estando esta para apreciação por parte da tutela.

O mandato da actual Administração termina este ano.