Camissombo – Moquita – Lucapa – Saurimo – Malanje – Luanda: ida e volta

Angola 20170313 115220
A caminho do trabalho – garimpo na Lunda Norte

Um projecto de prospecção e exploração de diamantes de aluvião levou-me, de novo, a Angola.

Estreámos uma nova tecnologia (um drone acabado de comprar; como vivemos até agora sem um?), revimos velhos amigos e fizemos novos conhecimentos, falámos com garimpeiros e ouvimos a chamada muçulmana para as orações às 4 da manhã no Lucapa, experimentámos uma (para nós) inédita viagem por estrada Camissombo – Moquita – Lucapa – Saurimo – Malanje – Luanda, atravessámos e viajámos no rio Luachimo.

Viajo (e trabalho) há vinte cinco anos para Angola; nenhuma viagem foi tão intensa. Os filmes e as fotos que irei publicando ao longo das próximas semanas são para mim forma de não esquecer; para quem já lá viveu, pretexto para recordar.

A Sínese é uma empresa especializada em Geologia Económica e Análise e Sistemas Inteligentes. Fundada em 1995, a Sínese realizou estudos técnicos, económicos e de mercado, desenvolveu sistemas de informação especializados, concebeu e implementou projetos de prospecção, avaliação, mineração de recursos minerais em diversos países e continentes – Europa (Portugal), África (Angola, República do Congo, África do Sul, Angola) e nas Américas (Canadá, Estados Unidos, Brasil, Argentina, Uruguai e Equador).
Em particular, a Sínese esteve envolvida em inúmeros projetos ligados à prospecção e mineração de diamantes jazigos aluvionares e quimberlíticos em Angola e no Brasil, de pedra natural em Portugal, no Brasil e em Angola e de ouro e/ou nióbio e tântalo (nomeadamente aluvionares) em Portugal e na República do Congo, manganês e outros metais no Brasil.
A Sínese, coordenada por Luís Chambel – luischambel@sinese.pt , é constituída por uma equipa coesa, flexível e altamente qualificada, com especialistas em diversas disciplinas técnicas e científicas, desde a Engenharia de Minas, Geológica Económica e Aplicada, Sistemas de Informação Geológica, Estatística e Análise de Dados.

Duas novas autorizações de exploração semi-industrial para cooperativas na Lunda Sul

De acordo com notícia publicada no Novo Jornal, o Ministério de Geologia e Minas deu autorização a duas cooperativas para a exploração semi-industrial de diamantes na Lunda Sul.

As autorizações foram dadas às cooperativas Linga Tchimwe (numa área de 54 km2) e Kulha (9 km2). Os direitos são atribuídos por um ano, podendo ser prorrogados por quatro.

Angola é um dos principais produtores mundiais de diamantes, tendo extraído  em 2015 mais de nove milhões de quilates (menos de duas toneladas), com um valor de quase 1.200 milhões de dólares ( a um preço médio em torno de 130 USD/ct).

Gold rush in Mato Grosso (Brazil) – Corrida ao ouro no Mato Grosso (Brasil)

http://player.r7.com/video/i/562d80ec490f8c41d10275c6?layout=wide252p
Just click the link to watch the video (TV Record source)

Thousands join gold rush in Mato Grosso, Brazil
TV Record, Brazilian network just released a story on the garimpeiros (diggers) way of life in the newest gold rush of Mato Grosso (MT).
Milhares de garimpeiros em nova corrida ao ouro em Mato Grosso, Brasil
A TVE Record acabou de publicar reportagem sobre o modo de vida dos garimpeiros na mais recente corrida ao ouro em Mato Grosso (MT).